31/01/2018

ARTE CLÁSSIA E MODERNA INCORPORADAS NAS PINTURAS REALISTAS DE AGNIESZKA NIENATOWICZ



Unir o passado com o presente, o antigo com o novo, a arte clássica com a moderna, essa é a proposta da artista polonesa Agnieszka Nienatowicz. Uma proposta que, além de interessante, é absolutamente incrível. Ela incorpora nos seus quadros hiper-realistas elementos das grandes pinturas da história. É possível encontrar referências a artistas consagrados como Jan van Eyck e Hieronymus Bosch. Um dos quadros mais bacanas reproduz a obra O Jardim das Delícias, de Bosch, nas costas de uma modelo (imagem acima). Parece uma tatuagem perfeita. Cabe lembrar que boa parte das obras de Nienatowicz são autorretratos. Trata-se de um trabalho que você devia conhecer. Acesse a sua página no Facebook clicando aqui.

30/01/2018

MUNDOS DISTÓPICOS E ELEMENTOS FUTURISTAS NA ARTE DE JEAN-PIERRE ROY

 
 
A experiência como artista de efeitos visuais em Hollywood influenciou consideravelmente o trabalho do norte-americano Jean-Pierre Roy. Não é sem motivo, portanto, que suas pinturas remetem à realidades paralelas, mundos distópicos e elementos futuristas (alguém pensou em Transformers?). Roy utiliza corpos humanos gigantes que se misturam com formas geométricas e ambientes pós-apocalípticos. Interessante é que muitas figuras parecem copiar poses da arte clássica grega. Elogiado por críticos e curadores, ele vem expondo com frequência em galerias de arte norte-americanas e estrangeiras. Apontamentos sobre seu trabalho existem às centenas na internet. Saiba mais sobre Jean-Pierre Roy e seus mundos distópicos clicando aqui.

29/01/2018

INCRÍVEIS FANTASIAS QUE SE MISTURAM AO AMBIENTE FEITAS POR RACHEL SIGMON


 
Rachel Sigmon é uma maquiadora e figurinista autodidata baseada em São Francisco, nos Estados Unidos. Além de maquiagens muitíssimo bem feitas, ela produz fantasias únicas. Com inspiração em contos de fadas e mundos de sonhos, tais fantasias chamam a atenção tanto pela beleza quanto pela riqueza de detalhes. As criações de Sigmon ficam ainda mais bonitas com as fotografias de Tara van Rooyen, que mimetiza as modelos com o ambiente em volta. Parece muitas vezes que seres humanos, fantasias e natureza se fundem numa só entidade. A arte de Sigmon vem a um bom tempo sendo elogiada por designers, figurinistas, fotógrafos e portais voltados para o mundo do entretenimento/arte. Não é por menos. Tanto as fantasias quanto as fotos são belíssimas. Veja mais aqui.

28/01/2018

OBRAS FAMOSAS DO MUNDO DA ARTE REINTERPRETADAS COM ALIMENTOS POR KYLE BEAN

 
 
As melhores ideias são muitas vezes as mais simples. É o caso da série Artisan Bruch, do designer britânico Kyle Bean. Ele reinterpreta obras conhecidas da arte moderna e contemporânea utilizando alimentos. Um quadro do espanhol Salvador Dali, por exemplo, pode ser refeito com ovos fritos. Alexander Calder, que se tornou mundialmente famoso por seus móbiles, é reinterpretado com panquecas, queijos, cerejas e colheres de mel. O sucesso da série foi enorme, principalmente nos meios virtuais. As esculturas de Kyle Bean, por sinal, são bastante interessantes. Ele é um artista versátil e criativo, que merece ter a totalidade de sua obra conhecida. Para isso, basta clicar aqui.

26/01/2018

ILUSÕES DE ÓTICA NAS OBRAS DE ARTE EM DIFERENTES CAMADAS DE MICHAEL MURPHY

 

Não saberemos dizer se as obras do artista norte-americano Michael Murphy são instalações disfarçadas de esculturas ou esculturas disfarçadas de instalações. Vistas de determinada maneira, parecem instalações, mas... A própria internet dá como certa que são esculturas. Michael Murphy produz obras em camadas, que precisam ser vistas de frente para serem compreendidas. Observadas de lado, parecem muitas vezes esculturas abstratas. As camadas são algumas vezes encaradas apenas como peças penduradas, às vezes sem sentido. Ele explora esses trabalhos de diferentes dimensões, como podemos ver. São ilusões de ótica tão bem feitas que dão gosto de apreciar. Temos que lembrar que as matérias-primas são as mais variadas possíveis (armas, flores, tecidos...). A arte de Michael Murphy vem sendo elogiada por diferentes publicações voltadas para a arte, além da imprensa de modo geral. A imagem acima não é suficiente para dar uma ideia do seu trabalho. Para conhecê-lo melhor, você precisa clicar aqui.

25/01/2018

ESCULTURAS CURIOSAS FEITAS COM LATAS DE TINTA POR JOE SUZUKI

 

Baseado em Tóquio, o escultor japonês Joe Suzuki produz obras bastante simples, mas que tem feito bastante sucesso. Tratam-se de esculturas de latas derramando tinta, apenas isso. Ou melhor: é muito mais que isso! Suzuki faz com que a tinta derramada adquirida formatos inusitados e, em alguns casos, engraçados. A influência da cultura pop é bastante perceptível, assim como da pop art. Ele busca inspiração em Andy Warhol, Keith Harring, Jean-Michel Basquiat e outros ícones para compor essa série. Em tempo: ela se chama Happy Accident. Entre aqui e saiba mais.

24/01/2018

AS CHAMATIVAS E BELAS ESCULTURAS DE VIDRO FEITAS EM CAMADAS POR BEN YOUNG



Estamos impressionados com o (flagrante) perfeccionismo das esculturas de vidro do artista australiano Ben Young. São várias as justificativas, a começar pelo tipo de matéria-prima utilizada. O vidro é um material bastante frágil, que exige técnica e apuro para ser trabalhado. Temos que lembrar que Young consegue de forma magistral unir o vidro com outros tipos de materiais. O interessante é que ele consegue passar a sensação de fluidez/movimento em cada peça. Elas também chamam a atenção pela transparência. Sem esquecer que esculturas como o farol são muito bonitas. Saiba mais sobre esse artista clicando aqui.

23/01/2018

FRUTAS, VERDURAS E FLORES COM APARÊNCIA SURREAL NAS ESCULTURAS DE RONI LANDA

 

A artista israelense Roni Landa criou uma série de esculturas bastante interessante. Chamada de Very Still Life, ela mostra uma porção de alimentos transformados em carne. São propriamente uma versão “século XXI” das naturezas mortas. São maçãs, bananas, repolhos e outros alimentos com a aparência um tanto estranha até mesmo para os mais convictos carnívoros. Com isso, Landa nos leva a refletir sobre a nossa alimentação. Digamos que também tenta causar impacto na nossa relação com a natureza. Isso pode ser sentido nas suas estranhas flores. As naturezas mortas com aparência de carne e outros trabalhos de Landa podem ser vistas nesse link

22/01/2018

AS BELÍSSIMAS INSTALAÇÕES FEITAS COM LUZES DE BRUCE MUNRO



Dificilmente escrevemos posts sobre instalações, mas isso tem que mudar.  Existem dezenas de artistas cujas instalações deviam ser conhecidas dos leitores do VEL, assim como de todos que apreciam arte de modo geral. É o caso do britânico Bruce Munro, que vem há muito chamando a atenção de galeristas do mundo inteiro com o seu trabalho. Assim como do público, é evidente! As instalações luminosas de Munro podem não parecer atraentes durante o dia, mas fazem todo o sucesso à noite. Vistas de longe, elas são belíssimas. Ajudam a tornar o ambiente mais atraente. Ele também produz esculturas cujas luzes e/ou formas geométricas tem sido elogiadas com frequeência. Veja as fotos e obtenha mais informações sobre a arte de Bruce Munro entrando aqui.

20/01/2018

OBJETOS DO DIA A DIA ORGANIZADOS DE FORMA MILIMETRICAMENTE SIMÉTRICA POR ADAM HILLMAN


 
A proposta artística do norte-americano Bruce Hillman é bastante simples: criar obras de arte baseadas na simetria de pequenos objetos. Utilizando palitos de fósforos, cotonetes, clipes, grampos e outros objetos, ele faz imagens cuja similaridade/simetria que causa uma impressão muito positiva. Chama a atenção o fato de que esses objetos são milimetricamente ordenados, além de preparados para as fotos. Os palitos de fósforo, só para citar um exemplo, podem ser queimados um a um. Os clipes foram dobrados de tal forma que nos levam a pensar no montante de paciência que o artista usou para ordená-los. As moedas, então, exigiram um bom tempo para serem empilhadas daquele jeito. Mas arte é feita com paciência. A simetria exige concentração. O trabalho de Hillman pode ser apreciado no Instagram. Clique aqui e conheça ele.  

19/01/2018

INCRÍVEIS COLAGENS TRIDIMENSIONAIS FEITAS EM CAMADAS DE VIDRO POR DUSTIN YELLIN


 
O norte-americano Dustin Yellin trabalha com colagem há muito tempo. Podia ser mais um sujeito especializado nesse tipo de arte, só que não. Yellin possui uma proposta super original, capaz de chamar a atenção até dos mais avessos a esse tipo de arte. Ele faz suas colagens sob camadas de vidro, unindo todas numa só imagem e criando um efeito tridimensional elogiadíssimo tanto pela crítica quanto pelo público. Elas tem chamado a atenção de galeristas de vários países, assim como angariado fãs na internet. Uma visão mais aguçada permite enxergar em cada figura humana feita em tamanho natural milhares de recortes tirados de revistas, jornais e enciclopédias. É um trabalho paciente, que exige muito mais do que talento. Parecem trabalhos de taxonomia, ou algo parecido. Conheça melhor a arte de Dustin Yellin clicando aqui.

17/01/2018

INTRINCADAS PAISAGENS URBANAS FEITAS PACIENTEMENTE EM MADEIRA POR JAMES McNABB


 
Um dos trabalhos mais fascinantes descobertos pelo VEL é o de James McNabb. Tratam-se de delicadas paisagens urbanas feitas com madeira. São esculturas que remetem a arranha-céus em toda a sua variedade. Além da imensa riqueza de detalhes, elas cativam a nossa simpatia pelo bom gosto e originalidade. Percebe-se que McNabb precisou de uma paciência fora do comum para concluí-las. O VEL faz questão de divulgar artistas com propostas/obras incomuns e não podia esquecer desse norte-americano baseado na cidade de Philadelphia. Para conhecer mais a fundo o seu portfólio, entre aqui.

16/01/2018

A ARTE DIGITAL COM FORTE PEGADA SURREALISTA DE PATRICK GONZALES




Publicitários, designers, marchands, curadores e colecionadores de arte estão continuamente atrás de novos talentos. Professores e alunos da arte também apreciam propostas novas. Talvez acabem gostando do trabalho do artista francês Patrick Gonzales. Ele mistura fotografia e arte digital, criando imagens surreais com toques vintages. Especialista em “garimpar” novos talentos, o VEL nunca viu nada igual. Vale lembrar que Gonzales dá um certo ar “etéreo” a sua obra, tornando-a ainda mais atraente. Suas imagens são quase monocromáticas, muitas vezes lembrando desenhos feitos a lápis. E mesmo que você não curta as imagens monocromáticas, vale conhecer as coloridas. Elas são irresistivelmente bonitas. Veja o portofólio de Patrick Gonzales clicando aqui.

15/01/2018

ANIMAIS GIGANTES NAS SURREAIS E BELAS MANIPULAÇÕES DIGITAIS DE EBENISM


 
As manipulações digitais do artista Ebenism são, para início de conversa, totalmente surrealistas. Mas elas vêm fazendo sucesso por outro motivo: a beleza. Tratam-se afinal de imagens em que animais gigantes – escolhidos a dedos entre espécies cativantes como o leopardo das neves – interagem o tempo todo com seres humanos em meio a paisagens deslumbrantes. O interessante é que os animais estão totalmente integrados ao ambiente. Ebenism (não conseguimos descobrir o nome do artista, sabemos apenas que é australiano) consegue de forma magistral copiar e inserir tigres, ursos, girafas, leões e outros bichos fantásticos na imagem de modo a nos deixar com a impressão de que se tratam de fotografias puras. Mas a beleza... Veja do que estamos falando depois de clicar aqui.

14/01/2018

O BORDADO COMO FORMA DE EXPRESSÃO ARTÍSTICA NAS FOTOGRAFIAS DE HINKE SCHREUDERS


 
Se você realmente gosta de arte, saiba que os melhores blogs/sites/portais sobre o assunto estão em inglês. Claro que existem excelentes blogs/sites/portais em português, mas nada que se compare com o que é publicado em inglês. A quantidade de artistas por eles divulgados chega a ser impressionante. Sobre alguns não existe praticamente nada em português. Veja o caso do artista holandês Hinke Schreuders, cujo trabalho é totalmente desconhecido em países como o Brasil. Pois o cara tem dado muito o que falar (no exterior) em virtude de suas fotografias vintages misturadas a rendas e bordados. Sobre fotos de mulheres/moda, Schreuders aplica camadas de bordados e rendas feitas minuciosamente a mãos. O resultado chega muitas vezes a ser bonito. O próprio Schreuders é enfático na ideia de “reforçar a posição do bordado como meio artístico”. Por sinal, ele vem há anos inspirando artistas a usar ainda mais esse tipo de expressão. Conheça a fundo as belas – e algumas vezes perturbadoras – imagens feitas com bordado de Hinke Schreuders depois de clicar aqui.

12/01/2018

ESCULTURAS DE ARAME CHEIAS DE DETALHES E SURPREENDENTES DE FRANK PLANT



Surpreendente, é o que podemos dizer sobre as intricadas esculturas de arame do norte-americano Frank Plant. A perfeição, riqueza de detalhes e originalidade chamam a atenção sobre as suas obras. Dono de um talento único, esse artista radicado na cidade espanhola de Barcelona produz obras únicas, capazes de deixar qualquer ambiente mais moderno. Plant faz esculturas de pessoas na praia, máquinas e plantas. Cenas do cotidiano são constantes. Digamos que é o tipo de artista que nos leva a perguntar: “pô, como esse cara fez isso?”. Conheça melhor o seu trabalho clicando aqui.

11/01/2018

QUANDO STAR WARS ENCONTRA A CULTURA CLÁSSICA GREGA, POR TRAVIS DURDEN

 
 
O artista plástico francês Travis Durden vem há um tempo causando sensação com uma série de imagens em que mistura o universo de Star Wars com a escultura clássica grega. Os corpos lembram as esculturas comumente encontradas em museus como o Louvre, mas as fisionomias, rostos e capacetes remetem a Darth Vader e demais personagens criados por George Lucas. O que mais impressiona é a riqueza de detalhes. A impressão é de que aquelas imagens estão em algum museu por aí. Outra série criada por Durden – chamada de Skull of the Villains – é também bastante interessante. Além de fotógrafo, Durden é escultor. Em seu site, é possível encontrar diversas esculturas à venda (embora não seja com o realismo esperado). Entre aqui e conheça o seu portfólio.

10/01/2018

AS ESCULTURAS HIPER-REALISTAS E COM ASPECTO SINISTRO DE XOOANG CHOI


 
O artista sul-coreano Xooang Choi é bastante prestigiado tanto em seu país quanto no exterior. Com talento para produzir esculturas hiper-realistas – algumas com detalhes que saltam aos olhos –, ele não se contenta em imitar a realidade. Prefere fazer esculturas e instalações com aspectos oníricos e surrealistas. Chega muitas vezes a chocar com esculturas híbridas (imagem acima) ou que retratam pessoas desfiguradas. Sua abordagem da sexualidade e nudez é bastante crua. Pode-se notar em quase todas as esculturas um aspecto ansioso, angustiado. Ao contrário de vários artistas aqui mencionados, Xooang é conhecido de diversos sites sobre arte brasileiros. Existem inúmeras referências interessantes sobre ele em português. Interessante é que há uma certa confusão sobre sua identidade e nome – em alguns sites, ele é chamado de Choi Xooang. De qualquer forma, é um artista que vale a pena conhecer. Ele choca, atiça a curiosidade e possui um talento indiscutível para a arte. Veja mais aqui.

09/01/2018

AS MANIPULAÇÕES FOTOGRÁFICAS ONÍRICAS E POÉTICAS DE ROBERT JAHNS



À primeira vista, a manipulação fotográfica parece um trabalho bastante simples. Basta sobrepor uma imagem em cima da outra, como numa colagem, certo? Errado. Isso porque o artista precisa possuir um talento sobrecomum para a arte. Exige-se também um conhecimento rigoroso de ferramentas de manipulação de imagens (algo tipo Photoshop). O cara deve saber trabalhar muito bem com camadas, recortes, edição de cores etc, etc, etc. Sem esquecer que as fotos a serem mescladas precisam possuir a mesma resolução. O designer gráfico Robert Jahns faz isso de forma magistral, como muitos que existem por aí. A diferença é que suas imagens possuem uma beleza incomparável. Algumas são extremamente poéticas. Chama a atenção a presença das estrelas, o rastro da Via Láctea, o céu sempre onipresente. Jahns também gosta de utilizar lanternas e balões em suas fotos. Recomendamos uma visitinha a seu Instagram para conhecer a fundo seu magnífico portfólio. Para isso, basta entrar aqui.

08/01/2018

INCRÍVEIS PAISAGENS FEITAS COM ALIMENTOS PELO FOTÓGRAFO CARL WARNER



Especialista em fotografia publicitária, o britânico Carl Warner encontrou um filão “apetitoso” quando começou a fotografar paisagens feitas com alimentos. Tudo começou com cogumelos que, como por brincadeira, ele resolveu fotografar em seu estúdio. O interesse de agências de publicidade e empresas de alimentos foi tão grande que Warner acabou com o decorrer do tempo se especializado nesse tipo de fotografia – que, por sinal, é chamada de “foodscape”. Ele faz muralhas com queijos, pontes com pepinos, casas com doces... Algumas fotos são encantadoras. Warner tem feito um sucesso estrondoso na internet. Você certamente vai gostar do seu portfólio. Saiba mais clicando aqui.

07/01/2018

UMA CRÍTICA ÀS OBRIGAÇÕES DA VIDA MODERNA NA FOTOGRAFIA DE RACHEL PERRY



Artistas como Liu Bolin, Natalie Fletcher e Trina Merry tornaram-se mundialmente conhecidos por suas fotografias com ilusões de ótica. Ou mimetismo, para sermos mais exatos. O chinês Liu Bolin, por exemplo é um mestre na arte da camuflagem. A fotógrafa norte-americana Rachel Perry não trabalha exatamente com camuflagem, embora em alguns momentos dê a entender isso. Ela faz auto-retratos em que se mistura com coisas do cotidianos. É perfeitamente distinguível em meio a embalagens, cifras, etiquetas e propagandas, fazendo claramente uma crítica ao consumismo desenfreado dos dias atuais. Mostra o ser humano perdido em meio aos seus deveres de consumidor/pagador de impostos. Ou em meio às obrigações da vida. Por sinal, a série de fotos chama-se Lost in my Life. É uma proposta interessante, que vale conhecer. Veja aqui.

06/01/2018

A ARTE SURREAL, POÉTICA E CHEIA DE ELEMENTOS DA CULTURA POP DE AYKUT AYDOGDU



Uma característica marcante na arte digital do artista e designer turco Aykut Aydogdu é a presença de elementos da cultura pop. Mas existem outras que chamam a atenção até mesmo dos mais desavisados: o forte simbolismo de flores e animais, criado talvez para ilustrar a complexidade da alma humana. Baseado em Istambul, Aydogdu é há um bom tempo conhecido de publicações, sites e comunidades virtuais especializados em arte. Deve-se considerar também a originalidade do seu trabalho, apesar da flagrante influência surrealista (vimos uma obra totalmente inspirada em Magritte). Algumas obras chegam a ser poéticas, outras puxam mais para o erotismo. Pop, surreal, poético, não importa qual o lado mais atraente da arte de Aydogdu. O importante é que ele não deixa ninguém indiferente. Entre aqui e saiba do que estamos falando.

03/01/2018

A PERFEITA HARMONIA ENTRE AS CORES NO TRABALHO DA FOTÓGRAFA STEPHANIE GONOT

 
 
O que mais chama a atenção no trabalho da fotógrafa Stephanie Gonot é a perfeita exploração das cores. No projeto Los Angeles Paper, chega também a ser interessante o modo como a famosa cidade norte-americana foi reconstruída em papel e fotografada. Dizer que é bem-humorado é pouco. Mas o que tem dado motivo para conversa mesmo é a série Food Flowers Hands, em que essa fotógrafa sediada nos Estados Unidos mostra uma perfeita sincronia entre a cor. O mesmo acontece em Juice Served Here. Se você curte fotografia e está atrás de boas ideias, conheça o portfólio de Gonot. Ele certamente não é tão original quanto você gostaria que você, mas que rende umas boas ideias, rende... Clique aqui.

02/01/2018

IMPRESSIONANTES IMAGENS EM CLOSE DE INSETOS NA FOTOGRAFIA DE DANIEL KARIKO



Não é sempre que nos damos conta, mas convivemos cotidianamente com formigas, baratas, percevejos, ácaros, brocas, aranhas e outras classes de pequenos animais. São monstros em miniatura cujas reais aparências ignoramos totalmente. Até conhecer a micro fotografia de Daniel Kariko. Através do projeto Suburban Symbiosis – Insectus Domesticus, ele mostra as verdadeiras caras das criaturas acima citadas, além de outras como abelhas e vespas. São imagens feitas com a ajuda de microscópios eletrônicos e um elemento adicional: a paciência. Chegam a impressionar pela riqueza de detalhes. Recomendamos o trabalho de Kariko. Para conhecê-lo, basta clicar aqui.