31/05/2018

GATOS TRANSFORMADOS EM PROTAGONISTAS DA ARTE NAS ILUSTRAÇÕES DE EFFY ZHANG


 
O ilustrador chinês Effy Zhang vem chamando a atenção do mundo virtual em virtude de uma série muito fofa. Protagonizada por gatos, ela imita grandes obras da arte universal. Interessante é que Zhang possui um estilo todo peculiar, que transforma os seus protagonistas felinos em animais bonachões. Entre os artistas homenageados estão Johannes Vermeer, Leonardo da Vinci, Diego Velázquez, Andy Warhol e Roy Lichtenstein. Confira a série Famous Kitty clicando aqui.

28/05/2018

EXPLORANDO A COR PRETA ATRAVÉS DA FOTOGRAFIA DE YANNIS GUIBINGA


 
O jovem fotógrafo gabanês Yannis Guibinga vem chamando a atenção dos profissionais do setor pelo modo como explora as cores de fundo em suas imagens. Numa de suas principais séries, por exemplo, ele explora o preto para dissociar essa cor do luto a que ela é normalmente associada em algumas culturas. “O preto geralmente é a cor associada à tragédia, morte e luto, e o ato de falecer é considerado uma tragédia em muitas culturas”, disse ela ao portal Colossal. E não é só a cor de fundo que acaba sendo transformada, mas os próprios modelos que posam para as imagens. O mínimo que podemos dizer é o que o resultado é bastante interessante. Fã ou não de fotografia, você irá gostar do trabalho desse profissional autodidata do Gabão. Clique aqui.

24/05/2018

CENAS CLÁSSICAS MESCLADAS A SITUAÇÕES DO COTIDIANO NA ARTE ONÍRICA DE WILL WILSON


 
A arte renascentista deixou uma influência profunda na história humana. É impossível entender o mundo moderno sem estudar o legado de Michelangelo, Da Vinci, Botticelli, Rafael, Rembrandt e outros. Temos que lembrar que o Renascimento influenciou diversos artistas e movimentos surgidos em séculos posteriores, como o Romantismo e o Neoclassicismo. A bem dizer, as influências renascentistas perduram até hoje. Podemos observá-la claramente na arte do norte-americano Will Wilson. O cara é um pintor de mão cheia, daqueles de deixar qualquer um de queixo caído, sobretudo pela riqueza de detalhes dos seus quadros. A diferença é que ele mistura cenas clássicas com situações do cotidiano, apelando muitas vezes para o surreal e o onírico (particularmente, gostamos das obras com elementos da cultura pop). Wilson é bastante conhecido em seu país de origem. Suas obras são com frequência expostas em importantes galerias. E nós achamos que você devia conhecer ele. Para isso, basta clicar aqui.

-->

18/05/2018

VIOLÕES, GUITARRAS E OUTROS OBJETOS DESCONSTRUÍDOS PELO ARTISTA CONTEMPORÂNEO RON ULICNY


 
Ron Ulicny é um dos mais conceituados artistas norte-americanos da atualidade. Seus trabalhos são expostos com frequência nas mais conhecidas galerias e museus. Ulicny é um artista que “desconstrói” objetos para dar-lhe uma nova aparência ou função. Faz coisas como transformar uma torneira num cachimbo, levando-nos a refletir sobre algo que devia ser controlado: o fumo. Mas o que realmente tem feito sucesso nas redes sociais são seus instrumentos musicais desconstruídos – sobretudo violões e guitarras (veja imagem acima). Ulicny retira a função instrumental do violão/guitarra para transformá-lo num objeto de decoração cubista. O efeito estético agrada em cheio. Conheça esse e outros trabalhos do artista clicando aqui.

16/05/2018

AS BELÍSSIMAS XÍCARAS EM PORCELANAS PRODUZIDAS POR IRINA ZAYTCEVA


 
Antes de mais nada, queríamos dizer que estamos impressionados com a quantidade de artistas do leste europeu e extremo oriente que descobrimos nas últimas semana. São Muitos, mesmo. Queríamos também dizer que a quantidade de artistas que trabalham a porcelana de forma original é impressionante. Não imaginávamos de início que o porcelanato podia ter tantas variantes originais. Um dos artistas por nós descobertos recentemente foi a escultora russa Irina Zaytceva. Seus jogos de xícaras, bules e outras peças feitas em porcelana são inovadoras tanto nas formas como nas cores. Zaytceva não só transforma as asas das xícaras em asas de borboletas – ou flores, folhas, corais e outras coisas –, como pinta essas mesmas xícaras com motivos que por ora remetem a Klimt, por ora lembram Waterhouse. São peças belíssimas, que nós fizemos questão de divulgar aqui no VEL. Pena que ela não tenha website, deixando-no sem opção a não ser indicar esse link onde você poderá ter uma ideia da sua arte.


14/05/2018

CONHEÇA AS ESCULTURAS SUBVERSIVAS EM CERÂMICA DE JESSICA STOLLER



Já revelamos diversos artistas especializados em cerâmica. Nenhum deles, no entanto, faz trabalho semelhante ao da norte-americana Jessica Stoller. Suas cerâmicas fogem totalmente aos padrões para esse tipo de artesanato (e por isso que fizemos questão de citar aqui, obviamente). São esculturas surreais, que exploram o subversivo e o grotesco. Uma das principais inspirações de Stoller é a vestimenta/moda do século XVI, época da rainha francesa Maria Antonieta. Fantasmas são também quase onipresentes. Isso sem esquecer as esculturas com teor erótico. Conheça o fantástico trabalho em cerâmica de Jessica Stoller após clicar aqui.

-->

11/05/2018

INCRÍVEIS MONTAGENS FOTOGRÁFICAS FEITAS EM MÚLTIPLAS CAMADAS POR PELLE CASS




O fotógrafo norte-americano Pelle Cass mostra de forma simples como é possível manipular uma imagem via Photoshop sem apelar para uma infinidade de efeitos. Vamos explicar melhor. Ele passa duas a três horas acompanhando e fotografando eventos esportivos. Depois, recorta as pessoas presentes nas fotos e cola numa espécie de imagem principal. Ele chega a criar 500 camadas para isso, o que toma bastante o seu tempo e sua paciência. Mas o resultado é compensador. As arenas esportivas são preenchidas com os mesmos personagens, chamando a atenção do espectador. Cass, que fotografa há mais de 50 anos, alega que “as fotografias convencionais de exposição única distorcem por sua brevidade desumana. O olho nunca vê um único momento...” E é justamente isso que ele quer mostrar, a infinidade de coisas que o olho é capaz de ver. Você pode conhecer melhor esse trabalho conhecendo o site dele. Basta clicar aqui.

09/05/2018

A INCRÍVEL ARTE FEITA COM PARAFUSOS POR ANDRE MYERS




Alemão residente no estado norte-americano da Califórnia, Andrew Myers tornou-se famoso por um motivo peculiar: a sua arte feita com parafusos. Sobre uma madeira de compensado, ele cria retratos e outros tipos de imagens inserindo parafusos um por um, e sempre em diferentes profundidades. Depois, pinta a cabeça dos parafusos de modo a criar a imagem que tem em mente. O que torna esse trabalho ainda mais interessante é que ele proporcionando uma sensação de profundidade real ao espectador. Mas Myers não se limita a esse tipo de arte. Ele produz escultura, ilustrações e outros tipos de obras que valem ser conhecidas. Acesse o site desse paciente e talentoso artista clicando aqui.

07/05/2018

O MOVIMENTO, O DINAMISMO E O MÓRBIDO NAS ESCULTURAS DE MOTOHIKO ODANI



Escultura, fotografia e vídeo. É difícil definir qual o principal talento do artista multidisciplinar japonês Motohiko Odani. Mas o que vem há um bom tempo chamando a atenção nas redes sociais e sites especializados em arte são as suas esculturas. E por um motivo muito especial: a sua originalidade. Odani costuma produzir esculturas exclusivamente brancas, que muitas vezes parecem estar se tornando extensão de alguma coisa. Ele também explora o movimento, a rapidez e o dinamismo de maneira intrigante. O mórbido é também bastante comum em sua arte. Pena que seu website seja tão desanimador. Ele precisava encomendar um site melhor para divulgar seu trabalho. Mas caso você esteja interessado em conhecê-lo, basta clicar aqui.


04/05/2018

FLORES, ANIMAIS E OBJETOS DO DIA A DIA NAS INCRÍVEIS INSTALAÇÕES FEITAS EM TECIDO POR AMANDA McCAVOUR



Baseada na cidade de Toronto, Amanda McCavour é autora de um tipo de arte no mínimo original. Ela produz instalações com flores feitas com máquina de costura. As flores são costuradas sobre um tecido que se dissolve em água e transformadas em figuras em três dimensões. Cogumelos, animais, cadeiras e formas geométricas são produzidos do mesmo modo. Mãos feitas com fios que se entrelaçam também são comuns em sua arte, com resultado idêntico. McCavour vem realizando exposições em diversas instituições na América do Norte, onde é elogiada pela originalidade e impacto das suas obras. À primeira vista, você pode não achar o trabalho dessa artista canadense interessante, mas basta uma visita a seu site para ter uma ideia de como ele pode ser incrível. Entre aqui.

03/05/2018

AS BELAS, MAGNÍFICAS E HARMÔNICAS ESCULTURAS FEITAS EM PAPEL POR BRADFORD HANSEN-SMITH



Existe um número incontável de sites que ensinam matemática. Pouquíssimos, no entanto, são capazes de explicar a utilidade dos cálculos no dia a dia. E menos ainda explicam o fascinante vínculo entre a matemática e a arte. Foi justamente num desses sites que descobrimos o genial artista Bradford Hansen-Smith. Ele produz esculturas inspiradas num rigor matemático extremo (detalhe: é forte a influência do origami em seu trabalho). Utilizando o seu conhecimento sobre geometria, Hansen-Smith transforma o papel em belas e harmônicas esculturas abstratas. O interessante é que, nas palavras do próprio artista, boa parte dessa harmonia está no círculo, que pode ser dobrado, reconfigurado e ordenado até produzir um magnífico emaranhado de formas geométricas. Você certamente irá gostar desse artista, principalmente se curte origami e arte em papel. Para conhece-lo melhor, basta clicar aqui.