28/10/2019

LINDAS ESCULTURAS FEITAS COM FITAS PELA DUPLA BAKU MAEDA E TORU YOSHIKAWA



Alguns brasileiros ainda mantém o costume de guardar papéis, laços e fitas de presentes para, digamos assim, caso de necessidade. Um simples lacinho pode ser muito útil no futuro, sustenta essa linha de raciocínio. Para a dupla japonesa Baku Maeda e Toru Yoshikawa, eles são um material importante na forragem de diversos tipos de esculturas. Vistos de longe, não é possível distinguir as centenas de fitas e laços, mas uma visão aproximada mostra como se misturam para formar obras de arte magníficas. São cactos, paisagens floridas e dragões cerimoniais milimetricamente feitos fita por fita. O detalhe é que o trabalho da dupla é com frequência requisitado pelo mercado publicitário japonês e norte-americano. Talvez em virtude de sua beleza e delicadeza. Batizada de Ribbonesia, a dupla exibe seus trabalhos em diversas redes sociais. Sugerirmos que conheça o Instagram, basta clicar aqui.

16/10/2019

ANIMAIS FORMANDO ECOSSISTEMAS SURREAIS NA ARTE HIPER-REALISTA DE LISA ERICSON


 
A artista Lisa Ericson vem há algum tempo pintando quadros hiper-realistas de animais híbridos, chamando a atenção de sites especializados em arte. Mas ultimamente ela vem despertando interesse por outra série de obras: a de animais formando ecossistemas em suas asas, cascos ou pés. Corais marinhos são pintados nos cascos de tartarugas ou pernas de cervídeos, formando um todo harmônico interessante e ao mesmo tempo belo. Podemos de certa maneira afirmar que Ericson cria relações únicas entre esses animais e o ambiente em volta. Suas obras ainda têm o diferencial de que são habilmente criadas, numa riqueza de detalhes impressionante. Para conhecer melhor todo o trabalho de Lisa Ericson, basta clicar aqui.

08/10/2019

VÍSCERAS E SANGUE NA CHOCANTE ARTE REALISTA DE FÁBIO MAGALHÃES



Um dos poucos artistas brasileiros presentes na exposição sobre arte realista exibida em meses recentes no Centro Cultural Banco do Brasil em SP foi o baiano Fábio Magalhães. Mas ele também foi um dos que mais chamou a atenção, e em grande parte graças à obra acima. Ela retrata um homem sentado no cadáver aberto de um porco (lembrando que se trata do próprio artista). As obras de Magalhães, aliás, são assim mesmo: chocantes. Com vísceras, sangue e até imagens que remetem à mortes violentas, ele provoca um misto de repulsa e admiração. E como não se admirar com tamanho realismo? Como não se impressionar com a riqueza de detalhes presente em cada obra? Conheça melhor a impressionante e chocante arte de Fábio Magalhães clicando aqui.