18/11/2010

O NU COMO MANIFESTAÇÃO ARTÍSTICA NA FOTOGRAFIA DE TOMAR RUCKER


Tenho um certo conhecido que evita folhear a revista Playboy. Ele sequer chega perto! Desde que se converteu a uma igreja evangélica, ele evita tudo que soe "pecaminoso", inclusive a Playboy. Eu estranhei, mas acho que é direito dele. O fato é que muitas pessoas confundem nu artístico com erotismo e erotismo com pornografia. Tirou a roupa, é pornografia! Mas não é bem por aí. O nu artístico está longe da grosseria, "depravação" e nível baixo de que falam por aí. Veja, por exemplo, o site do fotógrafo Tomas Rucker. Ele fotografou a nudez de tal forma que é impossível associá-lo à pornografia. As imagens estão longe de ser chulas. Pelo contrário, são artisticamente bonitas e esteticamente interessantes. O corpo adquire o status de arte. Vale a pena dar uma olhada. As galerias de Rucker são extensas, tomam o nosso tempo, mas também são uma autêntica aula de fotografia. E não deixe de ver seus desenhos. Link

2 comentários:

  1. Obrigado pelos comentários

    e pela visita, Selma.

    Fiquei contente pela visita.

    ResponderExcluir